quarta-feira, 24 de junho de 2015

DNOCS DEPARTAMENTO NACIONAL DE OBRAS CONTRA A SECA

REVITALIZAÇÃO DO DNOCS

Na corruptulândia chamada Brasil,
pode-se esperar a explosão de mais barril!

O capitalismo manda e o gestor obedece
e quem sofre com a extinção dos órgãos públicos
é o povo que padece!

Revitalizar é preciso: SUDENE, SUDAM, DNOCS
e outras entidades;
pois se assim não o for, será o fim das cidades!

A indústria da sêca tudo seca,
o DNOCS tem a solução pra estiagem,
mas a imcopetência dos governos e
a corrupção tudo breca!

Para os governantes o servidor é apenas um detalhe,
que por eles é usado, durante a eleção e
depois de nada vale!

Os técnicos do DNOCS, de altíssima competência,
são os engenheiros da água, que trabalham com decência,
e se os deixarem executar seus projetos, acabarão com a decadência!


Sem água não há vida, sem o DNOCS não há água;
pois então salvemos o mesmo e  tudo ficará bem,
não restando nenhuma mágua!

Verbas já!
Reestruturação já!
Concurso já!

Mauro Souza
Blog: www.maurogaiver.blogspot.com
E-mail: tiomaurotomorrow@hotmail.com
Twitter maurosouz










domingo, 14 de junho de 2015

VERSOS DE MAURO SOUZA


ANSIEDADE

Pressa, pra que pressa?
Se podes se servir na próxima remessa?

Aguardas e observas quem vem servindo;
pois é certo que sua guloseima está vindo!

Não se precipite, nem arisque um palpite,
é provável que o deguste mostrará bom apetite!

Calma, ansiedade mata!

Mauro Souza.


DE BEM COM A VIDA

Por tudo rio
por tudo choro
por tudo brinco
por nada brigo
por nada imploro
por tudo isso
a vida é bela
e eu a adoro
Mauro Souza


MATAR DE AMOR

Matar é bom
bom é matar
matar o desejo
é o melhor que há
mate-me de amor
mas sem me maltratar

Mauro Souza


NÔMADE

De onde vim? Não sei
Pra onde vou? Não sei
O que farei? Não sei
Só sei que o farei
Por que farei? Não sei
Se eu não fizer? Não sei
Outro o fará e como será? Não sei
Como não sei, o farei;
pois sendo certo, acertei,
sendo errado, errei;
mesmo assim, sem nada saber assumirei.
Culpado serei!
Mauro Souza.


DEPRESSÃO

Não sou desse mundo,
vivo em conflito profundo;
acham que tudo confundo,
o que faço parece imundo;
elogios poucos me põem no rumo,
críticas muitas deixam-me sem prumo;
Angústia e depressão: meus insumos,
as driblo com trabalho que consumo;
desde 7 anos trabalho sem resumo,
aos 55 o que produzi está em algum rascunho;
preciso voltar ao meu mundo,
através de um sono profundo;
Adeus...

Mauro Souza.


BELA DONA

Teu sorriso me conforta,
quando adentro essa porta;

Teu olhar me faz muito bem,
quando me fitas não vejo mais ninguém;

Teu andar me deixa a mente louca,
seu gingado deixa minha cabeça oca;

Tua fala a todos cala,
tento dizer algo mas a voz entala;

Tua beleza não é desse mundo,
apreciando-a tenho  sono profundo.

Mauro Souza.


Buriti, o doce do "Chico Cachimbo"

Buriti, buriti, saudades tenho de ti...
quando hoje te saboreio remeto-me ao passado donde há muito parti...

Anos longos se foram, mas guardo como tesouro,
a lembrança de "Chico Cachimbo", que pra mim vale ouro;

Pois desejo de criança, satisfeito ao doce,
mesmo nem sabendo quem o trouxe,
o buriti do Chico era o doce do doce!

Mauro Souza.


PRECONCEITO, NÃO!

Gente é gente,
respeite ou sai
da frente!
Pra que cor,
se o que vale
é o amor?
Preconceito não,
por favor,
que horror!
Não cause ódio
não cause dor,
semeie o amor!
Mauro Souza.


Verso às avessas

Quero ver o verso pelo avesso,
dessa forma fica mais espesso,
deixem-me ver o verso pelo avesso,
pois acho que mereço,
se assim não o for, como terei apreço,
se não vejo o verso pelo avesso?
Mauro Souza.



Meu amor a ti
minha paixão a ti
minha amizade a ti
meu respeito a ti
meu carinho a ti
desde que tu queiras
tudo darei a ti
se não quiseres
longe ficarei de ti
mas nada levarei de ti

Mauro Souza 



Dia de Homem

O dia nasce o dia morre
a noite vem a noite vai
o homem dorme o homem acorda
o homem nasce o homem mata
o homem briga o homem maltrata
o homem rouba o outro homem
o homem engana o próprio homem
homem, chega de tanta marmota,
fazes só o bem e deixa essa vida torta!

Mauro Souza.


 A imagem invisível do som inaudível

Que ofusca-me os olhos e estampa-me os ouvidos,
Tornando-me a vista mais apurada e a audição mais aguçada.
O imaginário e obscuro acabam por tornarem-se reais.
Mauro Souza




RACISMO COLORIDO

Sou branco da cor da escuridão noturna
meu pensamento é claro como o breu das cavernas
meus atos são transparentes como a água barrenta
a minha sabedoria é branca como a asa da graúna
a minha cultura é límpida como a água dos pântanos
de que adianta darmos cores a tudo se o arcoires é
multicolorido e não existe?
Mauro Souza.



Encontro de peles humanas

.pelos da pele roçam-se atritando, faiscando,
.gerando uma química, se colando, fincando,
.grudadas, não querem soltar: puxa daqui, puxa de lá,
.o que fazer pra desgrudar? .cortar, serrar, apartar?
.separar peles que se atraem pela química do amor,
.impossível de fazer, pois causará muita dor.
.Mauro Souza.




Flor Linda.

Imaginei flor não voar,
mas essa voou e levou até meu ar;
Estou sufocado, coração arrasado,
não posso mais respirar;
Vou procurar e encontrar,
e com a chave certa no seu coração irei entrar,
e se deixar, meio a meio, vamos nos amar,
e juntos iremos voar...
Mauro Souza.





SONHO? REALIDADE?


Sempre ali passei,
dessa vez parei;

Uma deusa me fez parar,
ela dançava sem cessar;

Flutuava como pluma beijada pelo vento,
bailava em saltos finos como lanças naquele movimento;

Deslumbrado com tanta perfeição,
aqueles lindos passos me encheram de emoção;

Aquela cena me remeteu ao passado,
tornando-me um adolescente apaixonado;

Sem controlar o impulso a convidei pra dançar,
temendo uma recusa, surpreendeu-me em aceitar;

Em sua pele de pelúcia, passeavam o suor e o perfume natural,
liberando mistura afrodisíaca de cheiro e sabor fenomenal;

Seu rosto colado ao meu, seu corpo colado ao meu,
juntinhos rodopiamos e o coração enlouqueceu;

Foi apenas uma dança que acabou com brevidade,
mas o efeito emocional durou uma eternidade;

Suavidade, simplicidade a tornaram mais bela,
após tanta emoção, acordei e segui minha vida singela.

Mauro Souza

Blog: www.maurogaiver.blogspot.com 



A SAÚDE BRASEILEIRA ESTÁ COM CÂNCER




Saúde quer dizer ausência de doenças,
mas no Brasil é tão precária que foge às nossas crenças;

O problema não é a falta de recursos,
e sim as más gestões que deixam todos confusos;

O SUS muitos falam, ser o melhor sistema,
porém a ingerência e corrupção geram grande dilema;

O povo contribui cada vez com mais impostos para as redes de saúde,
mas quando adoece o remédio é rezar para que Deus o ajude;

Dinheiro tem de sobra mas,  pra fazer obra,
só que pra custeio ele some e aí o povo cobra;

Podem financiar a saúde com toda a arrecadação,
mas se não usar com honestidade e parcimônia, tudo será em vão;

 A prioridade são as obras para pagar a agiotagem,
que financia as campanhas eleitorais, através da empreiteiras que usam essa roupagem;

Os candidatos a gestores nos  ludibriam como atores,
e quando assumem os cargos cometem  grandes horrores;

Para os gestores a melhor coisa do mundo é a terceirização,
pois é nesse processo que mora a corrupção;

Do jeito que está, num crime contra o doente,
um juiz julga de um jeito e o outro incoerente;

As soluções se tornaram difíceis, mas não impossíveis,
porque as leis têm que ser claras e também muito plausíveis;

Quando os políticos se contentarem apenas com seus proventos,
o câncer na nossa saúde não será mais um tormento!

Mauro Souza
          Twitter: maurosouz

domingo, 7 de junho de 2015

Homenagem aos Críticos

30 de fevereiro Dia Internacional do Crítico

Homenagem a essa figura tão importante que sem ela todos vivem muito bem, obrigado!
Se está bem ele critica;
Se está mal ele critica;
Se é belo ele critica;
Se é feio ele critica;
Se dá certo ele critica;
Se dá errado ele critica;
Criticar é muito fácil pra quem está do lado de lá;
mas vem pro lado de cá, pra ver se é fácil criticar!
Criticar por criticar é o que o crítico faz,
mostrando pra todo o mundo que de nada é capaz;
Crítico, pare de criticar, só por criticar e me deixe viver em paz!

Mauro Souza
Blog: www.maurogaiver.blogspot.com.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Homenagem aos Defensores Públicos



DIA DO DEFENSOR PÚBLICO



Senhor doutor Defensor, me acuda por favor,
sei do seu trabalho que é feito com louvor;

Criam muitas leis a todo e qualquer instante,
mas muitos as infringem de forma quase constante;

Criaram a PEC37 que logo foi enterrada,
mas ficar de olho é preciso; pois isso não custa nada;

Tanto faz o setor público como também o privado,
só querem nos lesar deixando o povo acuado;

Mas combater é preciso e partindo dessa premissa,
já está mais que comprovado que sem Defensor Público não há justiça!

Parabéns.

Mauro Souza.


Blog: www.maurogaiver.blogspot.com / E-mail: tiomaurotomorrow@hotmail.com